Tesla Semi: caminhão elétrico impressiona pela autonomia em 1º teste na vida real

Tesla Semi: caminhão elétrico impressiona pela autonomia em 1º teste na vida real

Quase dez meses depois de a Tesla ter entregue o primeiro caminhão elétrico Semi à PepsiCo, em dezembro de 2022, surgiram finalmente os resultados de desempenho do seu primeiro teste independente de autonomia no mundo real.

Várias empresas estão participando no programa Run On Less do Conselho Norte-Americano para a Eficiência do Transporte de Mercadorias (NACFE), com o objetivo de testar o desempenho dos veículos comerciais elétricos no mundo real, e uma delas é a PepsiCo.

O depósito do fabricante de bebidas em Sacramento, Califórnia, abriga 21 unidades do Tesla Semi, entre outros veículos elétricos comerciais. A PepsiCo encarregou os Teslas de efetuar viagens de entrega de curta e longa distância. Enquanto a maioria da frota percorre regularmente menos de 100 milhas (160 km), três Semis percorrem até 450 milhas (724 km), o que, em teoria, é possível, uma vez que a Tesla reivindica uma autonomia estimada de 500 milhas (804 km) com um único carregamento.

A NACFE afirma que os “Tesla Semis serão monitorizados em operações de transporte de longo curso de carga pesada”. Os perfis dos participantes indicam que os caminhões percorrerão duas rotas em torno de Sacramento durante 18 dias – a distância na primeira rota varia entre 250-450 milhas (450-720 km), com um peso bruto do veículo de até 82.000 libras (37 toneladas), enquanto a segunda rota tem menos de 75 milhas (120 km) por dia de condução. A carga útil para este último é descrita como “partida pesada, carga decrescente”.

No primeiro dia, um dos Semis percorreu 335 milhas (540 km) com uma única carga, com cerca de 17% de estado de carga (SoC) restante. Esta operação parece ter sido efetuada na autoestrada a velocidades consistentes de 62 mph (100 km/h). O segundo Semi parece ter percorrido 295 milhas (475 km) antes de recarregar com cerca de 21% de SoC. Um terceiro Semi atingiu uma impressionante autonomia de 377 milhas (606 km) – com a bateria esgotada a menos de dois por cento.

A temperatura no primeiro dia era de 94 graus Fahrenheit, mas não estão claros outros fatores que influenciam a autonomia, como as alterações de altitude, os padrões de condução e a carga útil exata.

Três motores elétricos independentes no eixo traseiro impulsionam o caminhão elétrico e o seu consumo de energia é de menos de 2 kWh por milha. A Tesla não divulgou a capacidade oficial da bateria, mas a nossa estimativa é que a versão de 500 milhas (804 km) tenha cerca de 850-900 kWh de capacidade. O Semi também tem uma clara vantagem em termos de desempenho em declives em comparação com os caminhões a diesel.

Outros participantes no teste incluem a empresa de logística Schneider National com o Freightliner eCascadia, a empresa de armazenamento e distribuição Performance Team com o Volvo VNR, entre outros.


https://insideevs.uol.com.br