transporte-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-sp-setcesp-setcergs-fetransul-aldo-rosa-1
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
transporte-inovador-2024-rede-brasil-sp-inovacao-esg-ia-aldo-rosa-ceo-palestrante-startups-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-latbus-transpublico-sp

Project ICEBreaker: caminhão vai ser o pesadelo do Tesla Semi

Project ICEBreaker: caminhão vai ser o pesadelo do Tesla Semi

Diferente do que acontece com a picape Tesla Cybertruck, a Tesla tem uma promessa elétrica que já virou realidade. Ela se chama Tesla Semi, é o caminhão elétrico da marca de Elon Musk.

No final do ano de 2022, a Tesla entregou as primeiras unidades vendidas do seu caminhão elétrico para a PepsiCo, e várias empresas grandes já estão avaliando usar estes tipos de caminhões, mas o problema é que eles tem várias desvantagens.

Se por um lado, nós, pessoas comuns pensamos que estas desvantagens se resumem a tempo de recarga e autonomia limitada, existem outros problemas.

O pacote de baterias pesa nada menos que cinco toneladas, o que reduz a carga útil do caminhão em 20%, e causa perdas de até 50.000 dólares por ano em receitas perdidas por causa desse peso todo.

Por isso, o projeto ICEBreaker quer criar caminhões competitivos de mais de 40 toneladas que rodam com hidrogênio, para não ter que perder todo este espaço e peso carregando baterias para lá e para cá.

O consórcio formado por empresas do Reino Unido diz que existem cerca de 500.000 caminhões por lá, criando mais de 19% das emissões de poluentes do país todo.

Eles também afirmam que se trata de poluentes demais, até mesmo desproporcionais, e por isso querem resolver o problema com caminhões movidos a hidrogênio

A ideia é ter o protótipo rodando em testes até o final de 2024, e imagens de computador reveladas pelo grupo sugerem que o caminhão em questão terá um design bem aerodinâmico, parecido com o do Tesla Semi.

A cabine é arredondada e os espelhos laterais são câmeras, para uma melhor aerodinâmica. Pouco se sabe sobre como o protótipo será em termos de tecnologia debaixo do capô, mas o consórcio ICEBreaker quer melhorar radicalmente a eficiência dos motores a hidrogênio para produzir caminhões mais leves e mais econômicos.


https://www.noticiasautomotivas.com.br