transporte-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-sp-setcesp-setcergs-fetransul-aldo-rosa-1
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
super-inovador-varejo-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-hub-startup-aldo-rosa-ceo-palestrante-abras-supermercado-gs1-brasil-em-codigo-1d-2d-(16)
transporte-inovador-2024-rede-brasil-sp-inovacao-esg-ia-aldo-rosa-ceo-palestrante-startups-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-latbus-transpublico-sp

Especialista aponta expansão de centros de distribuição como tendência estratégica no setor de logística

Especialista aponta expansão de centros de distribuição como tendência estratégica no setor de logística

Especialista aponta expansão de centros de distribuição como tendência estratégica no setor de logística

Objetivo é reduzir custos e aprimorar a eficiência para atender às demandas crescentes dos consumidores

Grandes empresas seguem uma busca contínua para otimizar suas operações, reduzindo custos e melhorando a eficiência para atender os consumidores.  E esse movimento é uma resposta direta ao crescimento do comércio eletrônico e do setor de telecomunicações.

Segundo um levantamento realizado pela Industry Growth Trends, em 2023, as vendas do comércio eletrônico ao redor do mundo alcançaram um valor estimado de $5,8 trilhões de dólares. Além disso, um estudo realizado pelo portal NAIOP aponta que a construção de novos espaços de armazenamento alcançou um recorde nesse mesmo ano, com 148,3 milhões de metros quadrados completados.

De acordo com Carlos Tanaka, especialista em logística com mais de 25 anos de experiência e fundador da PostalGow, empresa brasileira especializada em logística reversa para o setor de telecomunicações, expandir as operações e os locais de atuação permite que as empresas estejam mais próximas dos seus clientes, reduzindo o tempo de entrega e aumentando a satisfação do consumidor. “A proximidade ajuda a diminuir os custos de transporte, aumentar a eficiência e velocidade das entregas, além de permitir uma gestão mais eficiente nas devoluções de reversa”, afirma.

Para Tanaka, a descentralização das unidades de distribuição permite uma maior flexibilidade nas operações logísticas. “Em caso de interrupções ou demandas sazonais, uma rede bem estabelecida pode redistribuir rapidamente os recursos e manter a continuidade das atividades. Além disso, estar próximo aos  clientes facilita a personalização dos serviços e a adaptação às necessidades locais, aumentando a competitividade da empresa”, declara.

O especialista acredita que as empresas do setor devem entender o momento certo para que esse movimento seja efetivo. “Para aumentar a eficiência dos nossos serviços e atender de forma mais ágil os mercados consumidores, por exemplo, a Postalgow está ampliando sua atuação com a criação de nove novos Centros de Distribuição Regionais”, revela. Atualmente, a empresa opera com sedes em Barueri e Manaus.

O futuro da logística no Brasil

A implementação de tecnologias avançadas passou a ser um grande diferencial no setor logístico. Sistemas de gerenciamento de armazéns e de transporte, inteligência artificial e soluções de automação são apenas algumas das inovações que têm transformado a área. “Empresas que fazem investimentos neste sentido conseguem otimizar suas operações, reduzir custos e oferecer um serviço mais eficiente e sustentável”, relata.

Com o crescimento do comércio eletrônico e as mudanças nos padrões de consumo, a logística no Brasil passa por constantes evoluções. “É fundamental investir também  em expansão. Afinal, esse movimento deixa as companhias bem posicionadas para aproveitar as oportunidades de mercado e enfrentar os desafios do setor”, pontua.

Tanaka acredita que entender quando começar essa expansão representa um passo significativo para as marcas que buscam uma melhor eficiência operacional, mas também uma presença fortalecida no mercado. “Dessa forma, é possível garantir serviços de qualidade tanto para empresas que confiam nessas companhias de logística, quanto para os consumidores”, finaliza.

Sobre a PostalGow

A empresa é o resultado de experiências vividas no segmento logístico de telecomunicações ao longo de 25 anos. A PostalGow tem se destacado no mercado por ser a única empresa especialista em soluções logísticas do país que tem serviços “End-to-end” de Logística de Telecomunicações, tanto com operações de armazenagem e transporte, e também a reversa, incluindo a retirada de equipamentos dos assinantes e seu recondicionamento, atendendo às melhores práticas de ESG.

Trata-se de uma empresa de Logística que leva conectividade e traz sustentabilidade.  Seu diferencial é a sua tecnologia empregada com alta especialização em soluções de telecom, com resultado surpreendente de crescimento no ano de 2023 de 60%. Possui capacidade instalada para atender até 300 mil solicitações mensais de retirada de equipamentos de reversa. O armazém central utilizado atende a 25 mil pallets e a capacidade de recondicionamento chega a até 70 mil equipamentos por mês. Para mais informações, acesse o site ou pelas redes sociais @postalgow.

Sobre Carlos Tanaka

O especialista possui mais de 25 anos de experiência na área de Logística, tem forte atuação em startups voltadas para soluções de tecnologia no segmento de telecomunicações. É graduado em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP, pós graduado pela UC Berkeley Extension e MBA pela Business School SP.