ESG é indispensável para a Logística Brasileira

ESG é indispensável para a Logística Brasileira

ESG ganhou força e uma importância enorme por causa do crescimento da cadeia produtiva

As atividades de logística e transporte respondem por cerca de 14% da emissão dos gases que aceleram as mudanças climáticas no mundo. Portanto, o setor logístico tem grande responsabilidade para a implementação de boas práticas de ESG (Environmental, Social and Governance) que possam minimizar impactos ambientais, promover a construção de uma sociedade mais justa e processos mais eficientes de administração. De acordo com o ESG Radar 2023, o investimento mundial em ESG nas organizações deve chegar a US$ 53 trilhões até 2025.

No Brasil, o conceito está muito difundido e diversos setores investem em projetos com este apelo. Aqui, o ESG ganhou uma força e importância enorme por causa do crescimento da cadeia produtiva. Hoje, empresários atuantes na logística brasileira entendem que aplicar o ESG no contexto da operação é tornar efetivo o desempenho nas áreas ambientais, sociais e de governança. É nítido também que a prática tem sido relevante, inclusive em relação à tomada de decisão dos consumidores.

Ao mesmo tempo, é importante salientar que o ESG deve ser um conjunto de práticas a serem trabalhadas de forma contínua, com metas e objetivos específicos, e não apenas ações isoladas.

Desta forma, a nossa companhia está investindo constantemente em ações que englobam os três pilares deste conceito: sustentabilidade ambiental, social e governança corporativa. Nos próximos meses, será lançado o relatório ESG Ativa Logística com todos os resultados dos nossos projetos desenvolvidos nos últimos dois anos.

Temos o projeto Sustentabilidade Ativa que desenvolve diversas iniciativas ambientais, sociais e melhorias para os nossos processos internos, estruturamos um departamento com foco em ESG, que tem como missão mapear as iniciativas existentes, estruturar as informações e desenvolver novos projetos em conjunto com as áreas de negócio. Acreditamos que o segmento de logística de produtos para saúde e beleza tem grande potencial para o desenvolvimento de muitas iniciativas com foco em ESG.

Como exemplo, implementamos um projeto piloto com caminhões, que receberam a instalação de placas solares. A tecnologia foi aplicada para reduzir o consumo de diesel e aumentar o tempo de vida útil das baterias e ganhamos prêmios com essa iniciativa.

Hoje, os nossos funcionários são incentivados diariamente para a separação do lixo orgânico em todas as unidades. O material é encaminhado para a coleta seletiva conforme programação de cada cidade.

A Torre de Controle da Ativa Logística já possui dados consolidados para a nossa análise interna em relação às rotas mais eficazes para uma determinada entrega para gerar maior rapidez e menos gastos com combustíveis, e consequentemente a diminuição de poluentes no meio ambiente.

Em nossa unidade de São Paulo (SP), temos uma estrutura dedicada com foco em reciclagem, onde realizamos o tratamento de todos os resíduos produzidos por nossa operação, assim como recondicionamento de paletes, reciclagem de papel, papelão, madeira, entre outros. Como resultado, evitamos o corte de centenas de árvores e o uso de milhares de litros de água, somente no último ano.

Também desenvolvemos projetos sociais com instituições para a arrecadação de alimentos, roupas e itens de higiene, apoiamos iniciativas contra a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras, realizamos campanhas de conscientização para a segurança do trabalho e de combate à violência doméstica contra a mulher, entre outros.

É uma premissa da nossa administração investir em certificações e auditorias que proporcionem segurança e qualidade das nossas operações. O projeto “Auditoria 5S” promove a disciplina por meio de consciência e responsabilidade de todos, de forma a tornar o ambiente agradável, seguro e produtivo. Já o Disque Ativa, é um canal de comunicação direto que permite a funcionários e outras pessoas denunciarem confidencialmente alguma conduta antiética dentro da organização, garantindo a redução de riscos e construção de confiança e tomada de ações aos nossos gestores. As regras da LGPD oferecem proteção para os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e a livre formação da personalidade de cada indivíduo.

Todo o contexto citado acima, é baseado no conceito ESG, o qual acreditamos ser um caminho sem volta para preservar a natureza, construir um ambiente de negócios equilibrado e uma sociedade com mais respeito ao próximo.

Fonte: NTC – Artigo desenvolvido por Lacordaire Sant’ana, diretor de Tecnologia, Projetos e ESG da Ativa Logística, um dos maiores operadores logísticos para as indústrias de beleza e saúde no Brasil.


https://www.setcergs.com.br