transporte-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-sp-setcesp-setcergs-fetransul-aldo-rosa-1
transporte-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-sp-frotas-conectadas-aldo-rosa-3
transporte-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ntc-logisitica-cnt-comjovem-sest-senat-sp-seminario-itinerante-belo-horizonte-aldo-rosa-4
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-esg-ia-innovation-trends-brazil-cni-cna-cnc-hub-startups-web-summit-rio-janeiro-rj-melanie-nakagawa-microsoft-itau-aldo-rosa-1
AGRISHOW

Conet&Intersindical discutiu temas para desenvolvimento das atividades no setor de Transportes

Conet&Intersindical discutiu temas para desenvolvimento das atividades no setor de Transportes

Foi realizada nesta quinta-feira (22), a primeira edição do Conselho Nacional de Estudos em Transportes, Custos, Tarifas e Mercado – CONET&Intersindical de 2024, sediado nas dependências da subsede da NTC&Logística, em São Paulo. O evento contou com mais de 450 inscritos e marcou o primeiro encontro oficial da nova gestão da entidade, com a presidência de Eduardo Rebuzzi.

Para iniciar a solenidade de abertura, foram convidados ao palco o presidente da NTC&Logística, o vice-presidente, Antonio Luis Leite, e membros da nova diretoria, do conselho fiscal e da COMJOVEM para o quadriênio de 2024 a 2027, para serem apresentados ao público presente, o mesmo aconteceu com os vice-presidentes regionais e extraordinários.

Em seguida, foram chamados para compor a mesa de abertura, o presidente da entidade, o presidente da CNT, Vander Costa, o presidente da FETCESP, Carlos Panzan, o vice-presidente do SETCESP, Marcelo Rodrigues, representando o presidente da entidade, Adriano Depentor, e o superintendente de serviços de transporte  e multimodal de cargas Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT José Aires Amaral Filho.

O presidente Rebuzzi, abriu o evento cumprimentando a todos e destacou a diretoria que estará à frente da entidade em sua gestão. “Início agradecendo a presença dos líderes e representantes do setor de transporte, destacando o presidente da Confederação Nacional do Transporte, Vander Costa, os ex-presidentes da NTC aqui presentes, Flavio Benatti, José Hélio Fernandes, Urubatan Helou e Francisco Pelucio, e faço uma menção especial a Eliana Costa, Nicole Goulart, Ana Jarrouge, Priscila Zanette, Joyce Bessa, Rafaela Cozar e Gislaine Zorzin, em nome de quem cumprimento todas as mulheres que honram o Transporte com sua presença e efetiva participação. Meu agradecimento também ao José Aires Amaral Filho da ANTT, ao vice-presidente da NTC, Antônio Luiz Leite, e ao diretor financeiro José Maria Gomes, pela dedicação, ao meu lado, na gestão da Diretoria Executiva. Expresso gratidão às entidades coanfitriãs, FETCESP e SETCESP, e a todos que contribuíram para a organização deste evento em tempo reduzido, e aos nossos patrocinadores pelo apoio que sempre dão às nossas iniciativas. Respeitando as gestões anteriores, assumo a diretoria com orgulho e responsabilidade, prometendo uma administração dedicada e produtiva. Enfatizo nossa prioridade no diálogo institucional, no fortalecimento de relações com entidades representativas, na intensificação de serviços às empresas associadas, no desenvolvimento de projetos em resposta às expectativas de nossos parceiros e na atenção às práticas de governança ambiental, social e corporativa. Incentivo à participação das mulheres nas atividades institucionais e o foco em conhecimento, inovação e tecnologia. Registro o compromisso com a realização de eventos significativos para o setor e com a publicação das conquistas da NTC&Logística. Agradeço novamente a presença de todos, bem como aos nossos palestrantes, reafirmando nosso compromisso com o desenvolvimento do transporte  de cargas, uma atividade estratégica para o país. Que Deus nos abençoe, viva o transporte, viva o Brasil!”.

Em seguida, o vice-presidente do SETCESP, Marcelo Rodrigues, expressou seus agradecimentos a todos e, em nome do presidente do SETCESP, Adriano Depentor, elogiou: “Presidente Rebuzzi, você formou uma equipe de alta qualidade; parabéns por isso. O ano de 2024 nos reserva grandes desafios graças aos diversos embates políticos que estamos vivendo, e isso faz com que esse evento, o CONET, se torne ainda mais fundamental para o desenvolvimento da nossa atividade. Desejo a todos um grande evento, e uma ótima gestão à nova diretoria”.

O presidente da FETCESP, Carlos Panzan, também enfatizou seus agradecimentos: “Saúdo a todos os presentes, bem como aos representantes de federações e sindicatos. A administração da NTC&Logística na gestão anterior foi excelente, e portanto, sabemos que o sarrafo subiu. Mas eu tenho certeza, que o presidente Rebuzzi e sua diretoria apresentada hoje, desenvolverão uma gestão de excelência e farão da nossa associação, uma entidade ainda mais forte”.

José Aires Amaral Filho, Superintendente de Serviços de Transporte Rodoviário e Multimodal de Cargas, aproveitou o momento para destacar a importância da revalidação do RNTRC e discutir sobre o seguro de cargas. Ele expressou seus agradecimentos: “Cumprimento o presidente Rebuzzi; é uma honra fazer parte deste momento e prestigiar este evento, saudando a todos que compõem esta mesa e participam deste CONET. A presença da ANTT neste momento é fundamental para trabalharmos em prol do nosso setor. Aproveito também para abordar o prazo do RNTRC e a importância dessa revalidação dentro do cronograma”.

Prosseguindo com as apresentações, o presidente da CNT, Vander Costa, também fez suas observações: “Cumprimento o presidente Eduardo Rebuzzi. Depois de participar da diretoria por algumas décadas, abri espaço para a renovação nesta nova gestão, mas mesmo sem um título, continuo presente nesta casa e desejo muito sucesso a todos. O relacionamento com a base é crucial, e devemos continuar o desenvolvimento da infraestrutura de transporte no Brasil”. Na oportunidade, o presidente também comentou sobre as atividades recentes da Confederação e o trabalho desenvolvido.

Após as apresentações, Paulo Caleffi, secretário geral da CIT e ex-presidente do SINDIBENTO e da FETRANSUL subiu ao palco para anunciar a próxima edição do CONET&Intersindical. Em acordo com a presidência da NTC&Logística, após manifestação formal de interesse, a próxima edição do evento, acontecerá em agosto, em Bento Gonçalves, interior do Rio Grande do Sul.

Apresentações e Palestras

O presidente da Associação e o vice-presidente, Antonio Luiz Leite se mantiveram na mesa principal e convidando a coordenadora geral de Biodiesel e outros combustíveis renováveis do Ministério Minas e Energia, Lorena Mendes de Sousa, para iniciar as palestras do CONET&Intersindical, com o tema “Adição do Biodiesel e seus Impactos no Transporte Rodoviário de Cargas”.

No primeiro momento, a coordenadora iniciou sua apresentação falando sobre a importância do biodiesel para a matriz energética brasileira, citando primeiramente, a importância da redução das emissões de poluentes e GEE.

“Temos um desafio ambiental e tem sido uma pauta muito importante em fóruns internacionais, inclusive da COP 28, que além de despoluir, temos que descarbonizar. Fato que está diretamente ligado ao aquecimento global”, comentou Lorena Mendes.

Entre os tópicos da palestra, estiveram a segurança energética e seus aspectos, combustíveis energéticos de baixo carbono, além de variáveis que afetam o bom funcionamento dos motores a diesel, entre outros.

A coordenadora também apresentou em sua palestra, alguns exemplos de empresas que já utilizam do biocombustível em suas frotas, contribuindo com informações importantes com todos os presentes.

Dando continuidade ao evento, a gerente ambiental da CNT, Erica Marcos, foi chamada ao palco para abordar os desafios relacionados ao biodiesel brasileiro:

“Gostaria de apresentar aqui uma perspectiva diferente sobre o biodiesel no Brasil, onde sua eficiência acaba sendo comprometida. Por isso, na CNT, conduzimos uma pesquisa desde 2021, com mais de 700 empresários do transporte, que revelou opiniões relacionadas a problemas mecânicos nos veículos, contaminação por borra, aumento no consumo de combustível e maior risco de contaminação”, comentou, Erica.

Prosseguindo com o tema em pauta, a gerente ambiental também acrescentou abordando outros testes realizados na Confederação. “Buscamos compreender esse problema de maneira mais científica, realizamos testes com as novas receitas e especificações da Resolução ANP 920 de 2023 para o biodiesel, conduzidos no último ano. Entre as constatações, observamos um aumento no consumo específico de combustível e no dióxido de carbono. Portanto, entre as medidas emergenciais necessárias, destaco a importância de condicionar acréscimos a testes e ensaios, aprimorar as especificações, implementar medidas de controle de qualidade, ampliar a rota tecnológica e considerar o setor de transporte nas políticas públicas”.

O diretor da Sambaíba Transportes Urbanos, Marcos Araújo, também subiu ao palco para dar continuidade ao assunto do primeiro Painel do CONET:

“Venho aqui para mostrar para vocês esse teste com o Diesel convencional puro com adição de 15% de Biodiesel em nossas operações, desde janeiro até agosto do último ano, com base em tópicos e projetos avaliados dentro da empresa. Nesse sentido, causou um grande custo em nossas operações com a troca excessiva de peças e o aumento de combustível. Já no teste com o diesel com 12%, (B12), também tivemos uma perda de velocidade do veículo”.

Após a apresentação dos participantes da primeira palestra, foi aberta a sessão de perguntas e dúvidas para os palestrantes com os presentes acerca do tema debatido.

Seguindo com a programação do evento, o diretor executivo da CNT, Bruno Batista, apresentou a “Pesquisa CNT de Rodovias 2023”, abordando temas fundamentais sobre a infraestrutura brasileira, além de comentar sobre vários outros estudos técnicos e pesquisas realizadas pela CNT, disponibilizando as consultas no site da entidade.

“Queremos tratar sobre um dos temas mais requisitados, que é a infraestrutura, e explicar mais sobre esse trabalho que é a pesquisa CNT de rodovias do último ano. Buscamos entender fundamentalmente a malha rodoviária brasileira e sua extensão e pavimentação. Isso faz que tenhamos uma demanda muito grande em cima do que não está pavimentado ainda, principalmente para os transportadores”, acrescentou Bruno.

O diretor elucidou em sua palestra as políticas de metas de outros países com relação às malhas pavimentadas em comparação com o Brasil, o crescimento das rodovias nacionais perante a esse ranking e como a Confederação realiza o acompanhamento das rodovias em diversos estados, o qual é realizado em tempo real, focando na confiabilidade e precisão.

Posteriormente, a secretária do CONET, Gil Menezes, realizou a leitura do comunicado oficial do evento.

Confira aqui o Comunicado CONET de agosto de 2023.

O assessor técnico da NTC&Logística, Lauro Valdívia, deu continuidade à programação abordando o Índice de Variação do INCT e a pesquisa mercado de Transporte de Cargas, comentando o comportamento dos custos do Transporte Rodoviário de Cargas referentes ao segundo semestre do ano de 2023.

“Mostrei no ano passado, referente ao delay com relação ao aumento de combustível, ao analisar o valor do frete e do diesel, vemos que o transportador acaba pagando esse valor de cinco a oito meses, até ser refletido no valor que ele recebe”, comentou Valdivia.

O assessor técnico da associação ainda abordou sobre os resultados financeiros das empresas em 2023, componentes tarifários do TRC, Taxa do Seguro Obrigatório, taxa para produtos farmacêuticos, além de disponibilizar aos associados outros estudos referentes aos diversos segmentos de transporte.

Visando esclarecer esses novos custos para o transporte de produtos farmacêuticos, Lauro explicou “estamos aproveitando o CONET para repassar o lançamento de uma nova taxa, referente ao RDC para produtos farmacêuticos, cuja vigência começa no próximo dia 16 de março, e que traz uma série de incumbencias ao transportador, a ser obrigado a monitorar as rotas referente à temperatura e qualidade dos produtos”.

Além disso, também foi elaborada uma explicação referente ao reajuste do valor do frete, visando esclarecer pontos referentes às operações fracionadas e de lotação aos empresários presentes. “O setor tem esse problema a ser resolvido, de como cobrar do cliente os custos da atividade do transporte, que é algo muito difícil, completou o assessor”, finalizou Valdivia.

A última palestra do CONET&Intersindical contou com a participação do economista e professor do IBMEC, Otto Nogami, que subiu ao palco para discutir o cenário político-econômico em 2024, abordando as perspectivas futuras.

“Os desafios e oportunidades que podemos analisar no transporte rodoviário de cargas, vocês conhecem melhor do que eu. É isso que eu quero avaliar com vocês hoje, considerando o modus operandi das empresas, com base nas inovações tecnológicas e na simplificação das operações. Como conseguimos isso? Repensando”, iniciou o economista.

Em sua apresentação, abordou também os fatores econômicos que impactam diretamente o setor de transporte, as políticas de comércio exterior e os efeitos nos preços da economia para as operações, políticas fiscais e tributárias, entre outros temas de extrema relevância que foram compartilhados com todos os presentes. “Espero que nesse curto espaço de tempo tenha conseguido passar um retrato desses cenários para vocês e que possam aproveitar da melhor maneira o setor transportador, muito obrigado”, finalizou Otto.

Encerrando a primeira edição do CONET&Intersindical de 2024, o vice-presidente da NTC&Logística, Antônio Luiz Leite, agradeceu, “Foi um evento muito importante com a participação de todos vocês, em um momento em que é preciso discutir os desafios do nosso segmento. O evento evidencia a importância de mostrar as iniciativas que o transporte de cargas vem tomando, por meio das nossas entidades, para que os nossos associados possam ficar informados e também os formadores de opinião. O CONET  tem esse objetivo, e com os palestrantes que tivemos aqui hoje, com certeza alcançamos esse objetivo.

Ao finalizar, o presidente Eduardo Rebuzzi agradeceu mais uma vez aos participantes e aos patrocinadores que fizeram a edição acontecer. “Gostaria de ratificar os agradecimentos, primeiramente a nossa equipe, tanto na reunião de diretoria realizada ontem, quanto no evento de hoje, tudo funcionou muito bem, e tivemos uma demonstração de carinho e competência da NTC&Logística por todos nós transportadores. Agradeço também aos palestrantes, todos os debates foram muito interessantes, com assuntos de grande relevância para o segmento. Agradeço também, a todos os nossos parceiros, apoios e patrocinadores de mais um grande CONET”.

O CONET&Intersindical foi uma realização da NTC&Logística, e contou com a FETCESP e os demais sindicatos do Estado de São Paulo como entidades anfitriãs. O patrocínio da Fenatran, Mercedes-Benz, Volkswagen Caminhões e Ônibus, Sicredi e Transpocred. Apoio logístico da Braspress e apoio institucional da ABTLP, do Sistema Transporte composto pela CNT, SEST SENAT e ITL e da FumTran.